• +55 61 3041 5511
  • contato@agenciach4.com
Uma guerra pela Paz: quando o marketing deu errado

Uma guerra pela Paz: quando o marketing deu errado

Ontem (26) os usuários do Facebook viram uma verdadeira guerra entre marcas de fast-food. E o mais incrível: tudo para simbolizar o Dia da Paz Mundial, comemorado oficialmente pela ONU no dia 21 de setembro. No mínimo irônico, não é? Entenda:

Uma das maiores redes de lanchonetes do mundo, o Burger King, lançou uma proposta à sua maior rival, o Mc Donald’s, para que juntos selassem a paz na briga pelo mercado. Essa ideia começou por causa da Peace One Day, uma organização sem fins lucrativos que criou um movimento para transformar o dia 21 do próximo mês como o Dia da Paz Mundial, da união global, do cessar fogo. A Peace One Day questiona a população com a seguinte pergunta: “Com quem você quer fazer a paz no dia 21 de setembro?”.

E foi assim que a guerra começou…

Aproveitando a oportunidade, o Burger King propôs à sua concorrente construírem juntos uma lanchonete em Atlanta (EUA), entre a sede do BK, que é em Miami, e do Mc Donald’s, que é em Chicago. Nessa lanchonete seria vendido um único produto que unisse o melhor das duas marcas. Batizado de McWhopper, esse hambúrguer nada mais seria do que uma mistura entre ingredientes do Big Mac e do Whopper.

A lanchonete física, assim como os uniformes e embalagens teriam a marca de ambas as empresas. Só o que o BK pedia era que o Mc Donald’s disponibilizasse alguns dos seus funcionários para ajudar no preparo do hambúrguer.

Entenda melhor como isso funcionaria:

Um site www.mcwhooper.com foi criado e rapidamente a mensagem se espalhou, chegando aos ouvidos do CEO do Mc Donald’s, Steve Easterbrook. E foi pela mesma plataforma que veio o convite que o MCD’s respondeu negativamente o BK.

Resposta McDonald's

A resposta dura e contrária à ideia do Burger King rapidamente foi criticada pelos fãs da maior rede de fast-foods do mundo. E foi isso o que aconteceu nos comentários da publicação:

Comentários McDonald's

Com isso, o que era para ser um Dia de Paz tornou-se um clima desagradável para ambas as organizações. Analisando o texto do CEO do MCD’s, ele foi sensato em afirmar que duas organizações concorrentes diretas nos negócios não devem comparar as rusgas saudáveis de uma competição mercadológica com os sofrimentos e dores inigualáveis da guerra. E foi isso que ninguém entendeu e saiu criticando sem pensar o Mc Donald’s.

A norte americana detentora do maior mercado de vendas de hambúrguer no mundo apenas deu um singelo recado ao Burger King, dizendo: “Amigos, podemos fazer muito mais do que uma estratégia de comunicação mercadológica (com foco na venda e no lucro) para garantirmos a Paz Mundial. Vocês estão fazendo errado, isso não é nada significativo para mudar o mundo, repensem a estratégia! E se quiserem uma ajudinha de como fazer, dá uma ligadinha aqui que a gente conversa”.

Bom, foi mais ou menos isso, mas em outras palavras. ~clap-clap-clap~

E para piorar o que estava ruim, algumas lanchonetes que detém parcela mínima do mercado aproveitaram da resposta negativa do Mc Donald’s para “selar a paz” com o BK e fizeram isso:

Resposta Giraffas

E foi assim que a rede brasiliense Giraffas tirou o foco principal da campanha do One Peace Day que era acabar com a guerra no mundo e oportunamente ganhou milhares de novos fãs em sua página. Vale ressaltar também que, com um bom gerenciamento de mídias sociais a organização teve o cuidado de responder um a um os mais de 5.5k comentários na publicação. Veja:

Comentários Giraffas

Com todo esse bafafá a rede brasileira só não pensou que, aceitando a proposta do Burger King eles não estão em nada ajudando a construir um mundo justo e do bem. Muito pelo contrário, os olhos dos marketeiros do Giraffas brilharam quando viram uma oportunidade mercadológica em cima de toda essa disputa por mercado.

E enquanto isso tudo acontece entre as três, o Bob’s, que não quis se intrometer na discussão, fica na sua com aquele pensamento do diabinho: “Galera, não briguem… se matem! Muahahaha”.

About the Author
Felipe Chaves

Formado em Comunicação Organizacional pela Universidade de Brasília e pós-graduando em Marketing e Gestão pelo IESB, Felipe Chaves atuou por 2 anos no Movimento Empresa Júnior como Diretor de Marketing da Facto - Agência de Comunicação e Coordenador de Relações Institucionais da Federação de Empresas Juniores do DF. Hoje é sócio da Agência CH4 e se considera um empreendedor serial. Tem como propósito de vida impactar a sociedade por meio do empreendedorismo.

Deixe um comentário